terça-feira, 29 de abril de 2014

1 ano de Maverick na História

29 de abril de 2014. O blog Maverick na História está completando 1 ano. 
Foi um período de aprendizado, adaptações e também de vários contratempos. Foram 50 postagens, quase 14 mil visitas, 829 pessoas curtindo a página do Facebook, tive o privilégio de me tornar um dos administradores da página Maverick Book e ainda fiz várias amizades. 
Agradeço a todos os que participaram e contribuíram desde a fundação do blog, que mandaram e-mail, comentaram, enviaram arquivos, que me guiaram nos encontros e eventos... aos blogs parceiros, enfim todos vocês envolvidos de uma forma ou de outra.
Para esse 2º ano pretendo aumentar a quantidade de pesquisas sem deixar a qualidade de lado.Estou feliz por ajudar a preservar a magnifica história do Maverick, espero que não apenas os entusiastas de Maverick apreciem, mas todos os apaixonados pelo antigomobilismo. Um Ford abraço a todos e muito obrigado! 






FORD MAVERICK NA HISTÓRIA
Pra quem quer saber a história por trás da história.

E-mail para contato:
juninho8fonseca@gmail.com

Curta a página e confira nosso conteúdo exclusivo para o Facebook:

Obrigado pela visita!

Deixe seu comentário

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Com quantas notas de Cruzeiros comprava-se um Maverick em 1985?

Eu viajo imaginando formas de trazer o período dos anos 1970-1980 de volta a realidade e dessa vez cheguei um pouco mais perto.

Nós já vimos propagandas e preços do Maverick durante as publicações do blog, mas agora vamos entrar ainda mais nos detalhes.

De 1970 à 1986 a moeda nacional era o Cruzeiro. Ainda bem, porque depois disso a moeda mudou mais que mulher troca de roupa pra ir numa festa. Bom, então sabemos que durante a fabricação do Maverick no Brasil (1973-1979) o dinheiro utilizado era o Cruzeiro.

Na minha busca insaciável por coisas novas a respeito do Maverick, um dia olhei pra algumas notas antigas que eu tinha em casa e logo veio na minha cabeça: Quantas notas dessas uma pessoa teria que ter pra comprar um Maverick?  Passei a juntar notas de Cruzeiros na esperança de juntar aquele valor mágico. Pesquisei sobre as notas, sobre os preços do Maverick e onde eu poderia encontrar tudo isso. Em uma semana eu pedi notas antigas pra todo mundo que eu encontrava no caminho e deu certo. Várias pessoas que tinham alguma nota perdida em casa me ajudaram, mas fiquei impressionado com a quantidade de notas que meu amigo de trabalho José Luiz tinha. Foi muito legal por que eu nunca imaginaria que o Zé colecionasse esse tipo de coisa. Pra vocês terem uma ideia, desse dinheiro todo, somente 3 notas são minhas!

No Facebook


Conheça os Relocímetros, uma linha de relógios especiais para quem curte carros. De parede, de pulso e de mesa. Acesse www.autosbizus.com.br .