segunda-feira, 10 de junho de 2013

1974 - Ano decisivo para o Maverick

1973 foi ótimo para o Maverick no Brasil, vejamos agora o que o Maverick enfrentou em 1974.

Jornal do Brasil 15.1.74
Começamos 1974 já com uma restrição: Economizar o máximo de combustível possível. As consequências poderiam ser proibir o trafego dos carros aos domingos ou então aumentar o preço do combustível. Ótimas opções né?.... Campanhas são feitas para evitar desperdícios e a Ford não ficou atrás em mostrar que não possuía um carro tão beberrão como diziam e passou o ano todo testando o Maverick 6 cilindros pelo Brasil inteiro. Podemos ver esse teste aqui.




Veja 16.1.74

Henry Ford II, o neto de Henry Ford está vindo ao Brasil.
A vinda de Lee Iacocca deu muito resultados e nós acompanhamos essa vista em outro post do blog.
Tem uma foto famosa do Henry Ford II ao lado de um Maverick, mas não foi tirada no Brasil é claro.
Podemos ver que a inserção do Maverick no mercado brasileiro alavancou a Ford por completo e a fábrica de motores também está dando um suporte incrível aos planos de expansão da Ford.
Novos investimentos estão vindo e coisa importantes estão para acontecer, o Chefe não está a passeio.


Folha de S. Paulo 23.1.74

A Ford se prepara para enfrentar a concorrência.


Folha de S. Paulo 30.1.74

Jornal do Brasil 30.1.74


Em junho serão iniciadas as exportações do motor de 4 cilindros, não é o Maverick quatro cilindros será lançado em junho...


Folha de S. Paulo 8.3.74

Tabela de preços segundo o jornal Folha de São Paulo

Jornal do Brasil 8.3.74
Especulações sobre o motor de 4 cilindros. Como é interessante ler esses "mistérios" da época já sabendo da resposta não é? ..


Jornal do Brasil 13.3.74

Não era mais intenção da Ford colocar esse motor de 4 cilindros no Maverick. Hoje nós sabemos o que aconteceu, mas na época devia ser uma revolta total porque praticamente a cada 6 meses mudava-se uma estratégia da empresa.
A Ford exportaria os motores que eram testados no Ford Pinto.

O Estado de S. Paulo 17.3.74
Mais um ponto de vista para analisarmos...


Jornal do Brasil 27.3.74
A Mercantil-Finasa-Ford  vem forte


4 Rodas 3.74

Essa tabela mostra muitas informações, inclusive que um fusca com moto de moto faz 21 km/l (comédia) mas vou focar no ponto em que o consumo dos carros passa cada vez mais ser um fator preocupante.
A crise do petróleo teve inicio em 1973, nos E.U.A os carros grandes estão perdendo espaço e 1974 o Brasil começa a enfrentar as mesmas situações.



Folha de S. Paulo 26.4.74
Como último a ser lançado, continuam as propagandas do Maverick 4 portas.


O Estado de S. Paulo 26.5.74
Maverick Quadrijet - O início....


Folha de S. Paulo 30.5.74




Entendi o que o comercial quer dizer, mas não concordo. O correto não seria: Pergunte quanto VALE e não quanto CUSTA? Sugeri esse assunto em uma das aulas de Marketing, mas de qualquer forma o Maverick tinha um preço mais baixo do que as pessoas imaginavam.


Folha de S. Paulo 2.6.74

Aí está a repercussão.
O Maverick foi lançado como a fórmula Ford contra a rotina e querer passar a imagem de ser barato ao invés de mostrar realmente seu valor, indica problemas no mercado.
São os primeiro sinais da crise, atacando o Maverick logo em seu 2º ano de vendas.

Jornal do Brasil 12.6.74

Teste com o Maverick GT onde em 3 mil quilômetros rodando por vários tipos de estradas e com condições adversas, não apresentou nenhum problema. Esse Maverick já estava com mais de 30 mil quilômetros rodados!


Folha de S. Paulo 12.6.74


Um susto.
10 dias sem produzir Maverick. Também acredito que seja por causa da crise. Veja, não é só a gasolina que esta cara, mas tudo que depende do petróleo e isso é a nível mundial.
As vendas diminuíram, cortes são feitos, mas o Maverick  resiste mostrando na pista que merece um lugar em sua garagem.


Folha de S. Paulo 12.6.74
Nós já vimos aqui sobre o Maverick Quadrijet.
Essa informação é "nova", A Ford tinha um representante esportivo, a LAG Veículos que tinha como "objetivo de dinamizar e facilitar o apoio ao setor de competições" Muito legal né?
Também reforça que "os 60 HP que elevam a potência do Maverick para 255 HP, são proporcionados pelo equipamento Quadrijetd, que a Ford incluiu em sua linha de produtos normais, criando uma nova versão - ou Variante Esportiva - para o Maverick."
Ainda vem mais Quadrijet por aí...


Folha de S. Paulo 18.6.74

Aconteceu fora do Brasil, mas e seus efeitos?



Jornal do Brasil 19.6.74
Nós vimos a matéria do dia 13 de março, o motor de 4 cilindros já está para sair, mas o Maverick 4 cilindros ainda precisa esperar.


Folha de S. Paulo 23.6.74

Eu não iria colocar essa notícia junto com as outras sobre corrida. Lembra-se das corridas que o Maverick Hollywood venceu em 1973? Foram na divisão 1, com carros sem preparação, agora o Maverick está em seu casulo prestes a se tornar o terror das pistas. o Grande Maverick Berta esta sendo preparado... sai da frente! uuuhuhuhuhahahahaaaaa

Jornal do Brasil 3.7.74

Aí está a tão esperada Fábrica de Motores.
Não podemos confundir a inauguração da fábrica de motores com o lançamento do Maverick 4 cilindros, pois a princípio a fábrica somente exportaria sua produção.



Folha de S. Paulo 4.7.74

Acontecia praticamente uma guerra por causa dos taxis nessa época. O Maverick estava envolvido justamente por ser um dos carros que serviu como Taxi.
O que gostei nessa matéria é que os donos de opala ficariam sem clientes :)


Folha de S. Paulo 24.7.74

Esses números serão importantes.
O Maverick está bem abaixo das 5500 unidades pretendidas. As vezes acho mesmo que o Maverick nunca foi pra qualquer um....


O Estado de S. Paulo 4.8.74

Maverick Quadrijet, novo carro de linha de produção da Ford.
Vamos ver mais pra frente como foi que o Bob Sharp, agora novo piloto para o Maverick Quadrijet, conheceu este carro nas 25 Horas de Interlagos desse ano


O Estado de S. Paulo 15.8.74

Certamente, o maior rival do Maverick só poderia ser outro Maverick.


Jornal do Brasil 28.8.74
Olha quem está pronto! Tenho que seguir o cronograma, mas quero muito chegar na parte de mostrar mais sobre o Maverick da Equipe Hollywood preparado por Orestes Berta.

4 Rodas 10.74

E quanto segredo não é verdade? Uma hora o motor vai ser feito para o Maverick, outra hora é somente para exportação... mas agora está ficando mais claro, colocaram o motor para testar e em um Maverick de 4 portas, ou seja, peso não deve ser o problema.



Folha de S. Paulo 6.11.74
Essa matéria é importante para conhecer  e diferenciar os detalhes dos modelos, mas ao mesmo tempo que bastante coisa mudou, esteticamente o Maverick era o mesmo.





Folha de S. Paulo 18.12.74
Maverick 5000 R.
Esse não era fabricado pela Ford, ficou bem claro, mas pra mim era um carro muito bonito. Foi inspirado no Maverick Hollywood.
Há um tempo, naqueles grupos que a gente fazia no MSN, tinha um rapaz de Lages-SC que encontrou um Maverick 5000 R necessitando muito de um dono atencioso. Lembro que eu tentava convencer ele a deixar o teto solar no carro e que ele dizia que o documento do carro tinha uma particularidade curiosa, que agora não me recordo qual era, lembro que estava com motor falcon e que ele estava reformando aos poucos, só não consigo lembrar o nome dele... se não me engano era Audrey.
Bom, o MSN acabou, perdi contato, mas espero que eles dois estejam bem. Amigo onde você está? Manda noticias!


 4 Rodas 12.74
 4 Rodas 12.74
 4 Rodas 12.74
 4 Rodas 12.74
 4 Rodas 12.74

Análise interessante e importante sobre o Maverick. A Ford recomendava que se perguntasse a quem tinha o carro. Tirem suas conclusões.
Já li várias 4 Rodas e espero que seja só uma implicância minha, mas sempre tenho impressão que nem sempre o Maverick é tratado de igual para igual, sempre dão um jeito de dar ênfase em alguma coisa que desfavorece o carro.
Por isso é importante que cada um tire sua conclusão e não apenas pegar a opinião pronta e embalada.



 4 Rodas 12.74
 4 Rodas 12.74
 4 Rodas 12.74

A 4 Rodas disponibilizava a ficha técnica de todos os carros à venda. Aqui vemos o Maverick Quadrijet que já estava na família.


O Estado de S. Paulo 24.11.74
Diário de Pernambuco 1.12.74



 4 Rodas 12.74
O Salão do Automóvel de 1974 teve a participação dos carros de competição da Ford, mas o destaque aqui vai para o Maverick que deu a volta no país no 1º Raid da Integração Nacional

1974 foi decisivo pois como podem ver, havia o problema da crise do petróleo, as vendas dos carros diminuíram, a fábrica de Taubaté foi inaugurada, o Maverick começou a ser testado com o motor de 4 cilindros, enfim, várias coisas aconteciam enquanto o Maverick ainda se firmava no mercado nacional. Mais páginas foram adicionadas a história do Maverick nesse ano, além das corridas, vamos ver acidentes, crimes e outros assuntos nas próximas postagens. Aguardem!


Aconteceu? Maverick está envolvido? Então aqui é o lugar!


FORD MAVERICK NA HISTÓRIA
O que achou? Deixe seu comentário!

E-mail para contato:
juninho8fonseca@gmail.com

Obrigado pela visita!

No Facebook


Conheça os Relocímetros, uma linha de relógios especiais para quem curte carros. De parede, de pulso e de mesa. Acesse www.autosbizus.com.br .