sexta-feira, 10 de maio de 2013

Mistério Revelado - Ford Maverick Quadrijet

Prepare-se, o blog Ford Maverick na História trará à tona uma verdade importantíssima. Foram anos de pesquisas que terminam com uma "descoberta" fascinante e exclusiva. Há uma página da história do Maverick que não está muito clara, essa é a parte em que o Maverick Quadrijet se encaixa. Abra sua mente, leia atentamente, garanto que você também sempre quis saber mais sobre isso.




Por que essa página não está clara?

Porque nos sites que você procurar sobre o Quadrijet, vai ler que:
Não era um modelo da Ford.
Não era um carro que pertencia a linha de produção da Ford.
Era produzido pelas concessionárias Ford.
Não era um carro, era só um kit que você poderia comprar e colocar no seu carro.
Fazia parte dos modelos "especiais" (perua, centauro, pick-up..)e não tinha autorização da Ford.

Além do mais, informam que tudo isso ocorreu em 1975, mas na verdade como veremos o ano era 1974.
Se você lê isso várias vezes e em todo lugar, vai crer e aceitar que mesmo um pouco confuso, o Quadrijet foi só uma experiência feita por alguém, menos pela Ford. Eu já pensei assim, mas vamos mais fundo aos fatos.



À esquerda o trecho da revista 4 Rodas de agosto de 1974 e à direta, a revista Auto Esporte de setembro de 1974. Seu conteúdo já é conhecido, mas vamos ler novamente com mais atenção:



A revista 4Rodas já diz de cara: "A Ford já lançou o mais novo modelo da linha Maverick".
A Auto Esporte vai mais além e conta o motivo do lançamento: " Com o propósito de homologar esta variação mais possante do motor 302 na Divisão 1, a Ford iniciou a fabricação de série do Maverick V8/Quadrijet...Apresentado na linha normal dos carros com motor V8".

Lembrando que ser "destinado principalmente aos pilotos de competição", não significa ser destinado somente a eles.

 Pelo menos 2 pontos à analisar:

- As 3 formas de adquirir o Quadrijet que são:

a) Comprar o kit quadrijet para instalar no motor V8, independente do modelo do carro.
Folha de S. Paulo 14.5.75
Poderia ser um sedã, ou até mesmo em outro carro que usasse o motor do Maverick em competições, mas parece ser mais destinado a proprietários de Maverick que querem dar upgrade em seu carro seja ele para correr ou para usar nas ruas.
A Auto Esporte testou um Maverick de rua com o kit quadrijet que não era de fábrica, como mostra a reportagem completa. Esse Maverick foi um dos que receberam somente o kit quadrijet.


b) Comprar um motor completo já com o kit quadrijet instalado.


Não precisa necessariamente ter um Maverick para comprar um motor desse, sabemos que o V8 302 era utilizado em protótipos e outros carros em competição, concluímos então que esse motor destinava-se especialmente aos competidores, porque ninguém vai comprar um motor pra deixar na sala de casa não é mesmo?

Folha de S. Paulo 9.7.73
A 4 Rodas testou um Maverick de corrida com quadrijet, é provável que fosse um motor montado pela Ford com o Kit.

c) Comprar o Maverick Quadrijet, carro já equipado com o novo motor.

A opção de comprar o carro montado existia, mas ficou esquecida por nós do século 21. Se era possível comprar o Maverick Quadrijet quem o iria fabricar? Concessionárias? Algum empresário? Alguma equipe de corrida? Eu? A primeira linha da matéria respondeu... a própria Ford produziria e realmente produziu.



- A Auto Esporte disse que era para "homologar esta variação mais possante do motor 302 na Divisão I" que a Ford passava a produzir o Maverick Quadrijet.
Só vender o kit ou o motor montado, não bastaria para homologar o carro, era imprescindível a venda do carro montado completo pela Ford.

http://www.topclassic.com.br/viewtopic.php?f=12&t=1365&start=30
Deve ser aqui que esse emblema se encaixa, justamente nos carros que saíam da Ford. Entrem no link, leiam o post, outro detalhe é que no documento do carro marcava 250cv, a mesma coisa que vemos aqui:

http://sergionewsatualidades.blogspot.com.br/2012/06/news-atualidades-160207.html
Ambos são o Maverick Quadrijet e não apenas um Maverick com Quadrijet. O ano bate, a questão dos cavalos no documento bate... Era o Maverick Quadrijet, saiu da Ford exatamente assim.


Tentei entrar em contato com os autores nos dois casos, mas não tive resposta.


Em 1974 o Maverick Quadrijet foi lançado, mas não pode correr nas 25 horas de Interlagos, pois ainda não estava homologado. A GM correu com o 250-S usando um buraco na lei. Após um clima tenso o Quadrijet e o 250-S foram homologados e em 1975 o Maverick venceu as 25 Horas, de novo. ( vou falar mais sobre isso em um post que farei dedicado às 3 edições das 25 Horas de Interlagos) Leiam:
http://bestcars.uol.com.br/cpassado3/maverick-4.htm
Em 1976 o regulamento da Divisão 1 mudou novamente. As coisas já não estavam boas na economia nacional, o Maverick quadrijet estava longe das 5000 unidades e aí chegou ao fim a produção do motor montado com o kit pela Ford e do Maverick Quadrijet. No final na matéria, lemos: "Por se tratar de uma versão especial, produzida fora da linha de montagem...". Não disse que era essa a informação que a gente tinha? :)

Portanto analisamos as duas revistas mais respeitadas da época, analisamos depoimentos e informações de pessoas que conviveram com o Maverick Quadrijet e isso já é suficiente para termos um veredicto, porém, antes vamos colocar mais uma prova irrefutável aqui:

Folha de S. Paulo 31.7.74
"A Ford informou também que, além de incluída agora em sua linha de produtos normais, a versão Quadrijet já teve bom número de encomendas, atingindo 48 unidades vendidas, e deve ser homologada nos próximos 60 dias pela CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo)."

Alguma dúvida?

A Ford de interessava pelas corridas, no mundo todo ela era forte e por isso fabricou o Maverick Quadrijet, não deixou nas mãos de outros e isso é muito bom, quem dera que ela continuasse com esse pensamento!

Sendo assim, devemos nos atentar a "novos fatos":

  • O Ford Maverick Quadrijet era o carro de linha de produção mais potente do Brasil e seguiu com o título de 1974 à 2007 quando o Honda New Civic Si e logo em seguida o Volkswagem Golf GTI chegaram com 192 e 193 cavalos, respectivamente. Foram 33 anos de hegemonia! (Há algumas divergências nos valores de potência do Maverick Quadrijet, vemos 250 e 255 cavalos brutos. Em valores líquidos seriam por volta de 185 cavalos.)

  • O Ford Maverick Quadrijet é o Maverick de linha de produção mais potente do universo, mesmo incluindo o Maverick utilizado pelo Emerson Fittipaldi em sua apresentação em Interlagos no ano de 1972.
Emerson Fittipaldi falando sobre o Maverick que utilizou. 4 Rodas de 1972.

  • O Ford Maverick Quadrijet foi de 1974 à 2010 o carro mais potente da Ford no Brasil, quando o Fusion V6 tomou seu lugar.

Assim o Maverick Quadrijet ganha vida e seu lugar novamente na história do Maverick, nos enchendo de orgulho e satisfação por seus feitos históricos e gloriosos.
Me sinto muito honrado por ter concluído essa pesquisa que sem sombra de dúvidas motivará e desencadeará muitas outras pesquisas fazendo sempre do Maverick o centro das atenções. Eu havia prometido a mim mesmo que iria até o final para descobrir tudo o que aconteceu sobre o Maverick Quadrijet e encerrar dessa maneira é muito satisfatório. Convido à todos a comparar esses dados com os dados que encontrarem para que realmente a fidelidade dessas informções sejam mais que confirmadas.
Peço desculpas por utilizar outros sites sem permissão, se for da vontade dos autores, eu removo.

Confira também 1974 - Ano decisivo para o Maverick


Aconteceu? Maverick está envolvido? Então aqui é o lugar!


FORD MAVERICK NA HISTÓRIA
O que achou? Deixe seu comentário!

E-mail para contato:
juninho8fonseca@gmail.com

Obrigado pela visita!


No Facebook


Conheça os Relocímetros, uma linha de relógios especiais para quem curte carros. De parede, de pulso e de mesa. Acesse www.autosbizus.com.br .