segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Maverick Quadrijet - Mais evidências


O Maverick Quadrijet tornou-se o meu assunto favorito na história desse carro. Essa é a terceira pesquisa publicada sobre ele aqui no blog e as outras duas tem o maior número de acessos até hoje. O mais legal de tudo é que quando terminei a primeira, não imaginava que ainda encontraria tanto material para mais duas publicações.

Mas antes vamos nos situar na linha do tempo das minhas pesquisas sobre o Maverick Quadrijet.

Levantamos a ficha do Maverick Quadrijet, o que era, quando começou, como se adquiria... Provamos que ele era realmente um carro de linha de produção da Ford. Informação que nenhum outro site tinha.

Pesquisa que mostra como foi o ano de 1974 para o Maverick e é claro, fala sobre o Maverick Quadrijet também.

Foi nas 25 Horas de Interlagos de 1974 que a CBA teve que tomar a dianteira da situação e decidir o futuro do Maverick Quadrijet nas corridas, terminando em sua homologação.

Praticamente um ano após minha primeira pesquisa tive o privilégio de poder ver, tocar e conhecer melhor o, até então, único Maverick Quadrijet sobrevivente. Nessa pesquisa fechamos o ciclo, pois investigamos a história do carro, provamos sua existência e encontramos um exemplar. Perfeito.



Este momento foi o ápice de todo esse trabalho e pesquisa. Nós sabemos da seriedade das avaliações feitas pelos eventos organizados pela FBVA e esse prêmio recebido pelo Maverick Quadrijet mostra realmente que sua história é verídica.

Desde a última pesquisa, passou mais de 1 ano e aqui estamos novamente com mais conteúdo para mostrar sobre o Maverick Quadrijet. Durante esse período, especulou-se muito, duvidou-se muito, elogiou-se muito... foi muito interessante. Tenho informações, mas que ainda não se confirmaram, da existência de mais um Maverick Quadrijet no Rio Grande do Sul. Espero por mais detalhes de carro.

Se você está chegando agora, recomendo que leia as pesquisas indicadas a cima antes de continuar.


Correio Braziliense 17.4.74
Abril.Os planos da Chevrolet para deixar de perder para a Ford nas pistas são revelados pelo jornal Correio Braziliense.


Em maio aconteceu As 25 Horas de Interlagos onde o Opala terminou a corrida em primeiro.




Correio Braziliense 3.6.74
Consumidor ganhando! Isso é tão bom de ver...

Após a Chevrolet ter utilizado o 250-S para correr, a Ford soltaria o Quadrijet e a briga ficaria ainda mais interessante.

Assim nascia o Maverick Quadrijet. O jornal fala somente do KIT, mas nós já vimos outras notícias falando da opção de comprar o KIT, o motor com KIT e o carro completo já como Maverick Quadrijet.




O Cruzeiro 5.6.74
O Cruzeiro era uma revista do Rio de Janeiro e publicou esse texto que nos dá novos detalhes.

"A Ford Brasil anunciou oficialmente, em nota datada de 20 de maio, (1974) a decisão de lançar uma variação esportiva do motor V-8 importado que equipa normalmente o Maverick GT e outro modelos, opcionalmente."

"...LAG, firma de Luiz Antonio Greco, ficou encarregada de solicitar "não só a homologação para a variação esportiva do motor, como também as homologações dos modelos básicos e de suas evoluções normais de série produzidas pela Ford Brasil" "


Resumindo: A Ford lançaria e, lançou o Maverick Quadrijet com o apoio da LAG.

Tudo isso aconteceu pouco antes das 25 Horas de Interlagos de 1974. Foi nesse período que o Maverick Quadrijet ficou em evidência.

Correio Braziliense 10.6.74

Em Brasilia já era possível comprar o Kit Quadrijet.


O Jornal 12.6.74

Aqui O Jornal nos passa a mesma informação, apenas deixando de falar que a LAG tinha ordem da Ford para fornecer o Kit Quadrijet.



Jornal de Caxias 15.6.74 
Mais uma matéria bem explicada.

"... pelo equipamento Quadrijet, que a Ford incluiu em sua linha de produtos normais, criando uma nova versão - ou Variante Esportiva - para o Maverick."

"A LAG que agora funciona ativamente como novo departamento da Ford..."

Jornal do Brasil 16.6.74

E aqui vemos mais evidencias também sobre a Caltabiano fornecer o Maverick Quadrijet. Lemos ainda que era o Camilo Christófaro que representava a nova equipe de corridas da Caltabiano para disputar com o Maverick a Divisão 3 e 1.

Este fato é muito importante. Quem leu aqui a história do Maverick Quadrijet sobrevivente, viu que este carro pertenceu ao Camilo Christófaro e além de outros detalhes, o carro tem uma plaqueta da Caltabiano. Faz todo sentido que como representante da equipe de corridas da Caltabiano, como piloto, como uma pessoa que ajudaria comprando um Maverick Quadrijet para atingir o número de unidades vendidas que a CBA determinou, o Lobo tivesse sim um Maverick Quadrijet pra andar pelas ruas e esse carro hoje está com o meu amigo Juliano no Espiríto Santo.

Não é demais ligar um fato ao outro?




No início do mês de julho, a CBA homologou o Maverick Quadrijet para as corridas.







O Globo 9.8.74
Vejam só! A Ford preparou um "release" sobre o Maverick Quadrijet! Ah como seria bom encontrar um desses...


Correio Braziliense 12.8.74

Vejam:

"o mais rápido dos nacionais"

"A definição oficinal da Ford em participar ativamente das corridas, já pode ser observada em alguns Maverick V/8 que deixaram a fábrica nos últimos dias. Estes automóveis, equipados com motor importado de 302 polegadas cúbicas estão saindo com o novo equipamento opcional Quadrijet , recentemente  homologado pela CBA."

Mais uma evidência de que a Ford, além de contar com a LAG e concessionárias para vender os KITs, também entregava o Maverick Quadrijet diretamente de sua fábrica.

Esse jornal é muito importante.




Jornal do Comercio 22.8.74
" Ela (a LAG) foi escolhida pela Ford, para funcionar como seu departamento esportivo, em virtude da grande experiência de Luiz Antonio Greco, o mais antigo chefe de equipes de competição."

Eu tentei ligar nesse telefone, mas ninguém atendeu.... brincadeira rsrsr


Evidências não faltam para fortalecer a história do Maverick Quadrijet, mas vamos mais a fundo...


1974 Auto Esporte Maverick Quadrijet

Nesse teste vemos o seguinte recorde do Maverick Quadrijet:

"Foi o primeiro carro de linha de série a ultrapassar a barreira dos 200 quilômetros por hora"




1974 - 4R 169 Maverick Quadrijet e Opala 250-S


Aí estão as duas revistas com os testes mais conhecidos e talvez (até então) os únicos testes conhecidos do Maverick Quadrijet. Eu suspeito que pelo menos mais uma revista tenha feito o teste..., Mas agora eu quero apresentar o teste do Maverick Quadrijet feito pela revista O Cruzeiro!










O Cruzeiro 11.9.74
Foram pesquisas e mais pesquisas que me fizeram encontrar essa jóia. Fiquei muito contente em ter encontrado mais um teste que havia ficado esquecido no tempo.


A revista diz que a LAG havia introduzido algumas modificações no carro, como o spoiller dianteiro, rodas de magnésio, pneus radiais e sistema duplo de descarga com dois pequenos abafadores para diminuir a perda de potência.

O Maverick Quadrijet que está no Espiríto Santo, tem spoiller dianteiro e também o sistema duplo de descarga.

Todas as reportagens que vimos diziam que a potência do Maverick aumentava em 60 cavalos, mas nesse teste, assim como no teste da Quatro Rodas, eles dizem que o Maverick passou a ter 250 cavalos, quando o Maverick GT tem 197 cavalos, mesmo assim a Auto Esporte diz que são 255 cavalos, quando na verdade, se formos levar em consideração os 60 cavalos a mais prometidos, deveriam ser 257 cavalos. Mas isso é só uma curiosidade...

Voltando a revista...

Lemos que o filtro de ar foi mantido, mas não vemos foto dele em lugar algum... Seria ótimo ter uma foto antiga da panela do filtro.

E assim como todos os outros testes, termina dizendo que os freios do Maverick poderiam ser melhores.

Enquanto eu analisava os três testes, fiquei achando que o carro testado pela Auto Esporte fosse o mesmo que a revista O Cruzeiro usou. Ambos estavam no Rio de Janeiro, ambos os testes foram feitos em setembro, os "dois" carros são GT, os dois eram carros onde apenas o Kit foi instalado... Eu não ficaria surpreso se mais pra frente confirmar que era o mesmo carro.

Ao que tudo indica, em nenhum desses 3 testes foi usado um Maverick Quadrijet "completo" nos 3 casos era um Maverick com o Kit instalado no motor.

É estranho, mas eles estavam falando do Maverick Quadrijet e mostrando outro carro. O desempenho deles não mudam, mas tem diferença quando você vai distinguir um modelo do outro. Quadrijet mesmo eu só conheço o do Juliano.

Acho que estender o teste por mais duas ou três páginas da revista não seria má idéia... Foram bem econômicos nos 3 testes.



Correios Braziliense 25.2.75
Que pergunta interessante!

Fevereiro de 1975 e o Kleber Bernardes do Distrito Federal quer saber onde andam os KITs para comprar, pois ele não econtra.

Uma dúvida que ainda tenho a respeito do Quadrijet, é em saber até quando ele foi produzido. Esse jornal não traz a resposta mais ajuda-nos a raciocinar em busca de uma direção.

Parte da resposta à pergunta do Kleber é um tanto quanto... errada. Em toda parte, lemos que somente a LAG tinha 100 KITs e que ainda os KITs eram vendidos em várias concessionárias. Sendo assim, é impossível que só existissem 100 unidades aqui no Brasil. O próprio Correio Braziliense no dia 10.6.74 disse que a Pneus OK vendia em Brasilia.

"o fornecimento dos Maverick V/8 que poderiam sair de linha de montagem com o Quadrijet, o que aconteceu a poucas unidades" - Correto, nós vimos confirmações disso.

O restante da resposta já não dá pra ser muito considerado pois vai contra ao que falei na analise da quantidade de KITs disponíveis.


Sabemos que nesse ano o Maverick Quadrijet continuou correndo e vencendo muitas corridas, o que me leva a crer que não era simples comprar o KIT, mas que ele ainda existia é fato. Só não sei dizer até quando isso durou.
O Maverick Quadrijet do Juliano é do final de 76.


E pensar que tudo isso começou porque a Chevrolet queria ganhar da Ford nas pistas. Ela lançou o Opala 250-S, mas mesmo assim não faturou nenhum campeonato, pois o Maverick, dessa vez, Quadrijet, continuou superior e vencendo nas corridas.


Ainda acredito e espero encontrar mais reportagens da época. Minhas pesquisas não vão parar, mesmo que alguns duvidem.

Ainda tenho para atualizar a pesquisa sobre as 25 Horas de Interlagos de 1974, onde mostrarei mais sobre a homologação do Quadrijet e do 250-S.





MAVERICK NA HISTÓRIA
A História do Maverick contada como você nunca viu! 

Curta a página e confira nosso conteúdo exclusivo para o Facebook:

Inscreva-se em nosso canal do Youtube:
www.youtube.com/user/mvk8/videos


E-mail para contato:
juninho8fonseca@gmail.com

Obrigado pela visita!

No Facebook


Conheça os Relocímetros, uma linha de relógios especiais para quem curte carros. De parede, de pulso e de mesa. Acesse www.autosbizus.com.br .