domingo, 22 de dezembro de 2013

Homenagem a José Carlos Pace - Capacete

Foi pesquisando sobre a história do Maverick no ano de 1975, que passei a conhecer a carreira de José Carlos Pace. A única coisa que eu sabia, era que o autódromo de Interlagos leva seu nome.
A principio fiquei feliz de saber que um piloto da Formula 1 estava guiando um Maverick, mas conforme pesquisava, vi que não se tratava apenas de um piloto de Formula 1, ele tinha algo especial. Por um período até parei as pesquisas sobre Maverick para conhecer melhor o Pace.
Entrei no grupo José Carlos Pace do Facebook e encontrei muita informação, digo até que esse grupo possui o maior acervo sobre o Pace. Os membros são educados e participativos, sempre contribuem com novas informações.
Após várias pesquisas, fiquei hipnotizado pelo capacete que usava, esse aqui:


Foi assim que tive a intenção em mandar pintar um capacete igual em sua homenagem.



Pra quem não conhece, José Carlos Pace, Carlos Pace ou Moco, como também ficou conhecido, faleceu aos 32 anos,  em 18 de março de 1977 quando o avião em que viajava, um pequeno mono-motor de propriedade do também piloto Marivaldo Fernandes, bateu numa árvore na Serra da Cantareira, município de Mairiporã, após decolar do Aeroporto Campo de Marte no início de uma violenta tempestade, tendo Pace morte imediata.


Separei alguns vídeos dele:


Esse vídeo mostra sua trajetória:


Sua vitória na Formula 1


Os resultados desta corrida:  http://www.corridadeformula1.com/gp/brasil-1975/

Na troca de pilotos em Le Mans  de 1973.

Aos 6:30 minutos



Aos 4:44 minutos

Chegaram em 2º depois de uma corrida de recuperação.  
http://hotsites.atribuna.com.br/atribuna/f1/blogdaf1/default.asp?idBlog=1207&idCategoria=19





O Pace também foi “dublê” de Al Pacino, o eterno Michael Corleone, no filme Bobby Deerfield.

Obs.: O acidente foi feito exclusivamente para o filme.

De Maverick:




Bom, isso é apenas um pouquinho do que Pace fez em sua brilhante carreira.

Eu senti muita vontade se fazer uma réplica do seu capacete e foi aí que conheci o Giovani e ele fez exatamente assim:



 






 














Ficou idêntico! Foi um trabalho incrível do Giovani que precisou de apenas 2 dias para deixar pronto.
O Giovani é muito boa pessoa e eu o recomendo a todos que querem um serviço bem feito e com toda honestidade.

https://www.facebook.com/giovanni.aerografia?ref=ts&fref=ts



O capacete sozinho não teria a expressão que deve ter, portanto quando fui a Interlagos sábado agora (21/12/2013) a convite do meu amigo David Brunstein, aproveitei para levar o capacete para o seu lugar de direito.



Durante minhas caminhadas pelo autódromo, encontrei o Wilsinho Fittialdi! E é claro mostrei o capacete para ele. Foi fantástico. Daí então fui a local mais especial de todo o autódromo:







E então:




Após isso eu já podia deixar o autódromo com a consciência de dever cumprido.

Não tenho condições de passar para um texto todas sensações que senti durante todo esse processo. Eu não o vi correndo, não o vi pela televisão, mas tenho um profundo respeito por esse Homem e Piloto. Não sei mesmo descrever como estou me sentindo.... mas agora sei que fiz o que precisava ser feito.

José Carlos Pace nunca será esquecido, sempre será um ícone do automobilismo mundial e referência de Cidadão.
Obrigado por tudo Moco!



FORD MAVERICK NA HISTÓRIA
Pra quem quer saber a história por trás da história.

E-mail para contato:
juninho8fonseca@gmail.com

Curta a página e confira nosso conteúdo exclusivo para o Facebook:

Obrigado pela visita!
Deixe seu comentário

No Facebook


Conheça os Relocímetros, uma linha de relógios especiais para quem curte carros. De parede, de pulso e de mesa. Acesse www.autosbizus.com.br .