segunda-feira, 29 de junho de 2015

O Maverick Série Prata do João Deitos

Mais uma história de sobrevivência e preservação do Maverick. O amigo João Deitos tem desde novo um Maverick Série Prata! Eu só tinha conhecimento de um exemplar desse no estado de Minas Gerais e fiquei muito feliz quando vi as fotos do Maverick do senhor João. Agora, pelas minhas contas existem 2 Maverick Série Prata, mas espero estar totalmente errado e que apareçam muitos outros.
Essa versão é um tanto quanto desconhecida, mas muito interessante. Já faz um tempo que busco por mais informações desse carro e quando menos espero aparece o senhor João.

É com muita satisfação que conheceremos sua história com esse modelo raríssimo, mas antes vamos saber mais sobre o Série Prata.

Diário do Paraná 18.7.76




O jornal fala do Maverick Série Ouro e do Série Prata. Vamos focar no Prata.
Trata-se de um Maverick de quatro portas na cor prata continental metalica. É uma edição limitada e seu lançamento ficou agendado para a última semana de julho de 1976.
É uma promoção que a Ford que marcava o início do quarto ano de fabricação do Maverick no Brasil.
Eram Maverick Super, de quatro portas, com motor de 4 cilindros e acabamentos de luxo, como mostra a relação apresentada no jornal:

"Maverick Sedan de 4 portas - Rádio com 3 faixas; luzes de cortesia, calotas de luxo, pneus 6.95, mais largos; teto de vinil preto; bancos revestidos em vinil e tecido DIXIE; volante de luxo, moldura cromada na tampa do porta malas e moldura cromada nas aberturas das rodas."

Trocando em miudos, era um Maverick Super com acabamento do Super Luxo e umas coisinhas a mais. Porém, o fato de ter sido uma série limitada e comemorativa, torna-o raro e especial.



O Estado de S. Paulo 25.7.76
Essa era a propaganda da Ford avisando que o Série Ouro e Prata já estavam nos revendedores. Pela lista de ítens que acompanham os carros, podemos concluir que o Ouro tinha bancos individuais enquanto o Prata tinha banco inteiriço na dianteira.

Um grande atrativo era esse preço apelidado de Bronze. Se compararmos com essa tabela de preços abaixo, veremos que é realmente um preço muito bom.

Folha de S. Paulo 11.8.76

O preço de 63.903,91 estava no meio termo entre o preço do Maverick Super e Super Luxo. Se você queria um Super, era melhor pagar um pouco mais pra ter esse luxo a mais e se você quisesse um Super Luxo, estava economizando um pouco e ainda saindo com um carro de edição limitada. Uma boa não é mesmo?

Folha de S. Paulo 27.7.76
"Em suas mãos, o privilégio de possuir um carro que amanhã continuará diferente. São de edição limitada, vêm equipados e a preço muito especial. Você só paga o Maverick. O luxo é por conta do seu Revendedor Ford."

Está vendo senhor João? Esse "amanhã" que a propaganda diz já chegou!!

Folha de S. Paulo 28.7.76
Não podemos esquecer que o Ouro (cupê) tinha os bancos individuais enquanto o Prata (sedan) bancos inteiriços.
Infelizmente não encontrei imagens do interior do Prata...


Jornal do Brasil 25.8.76
Propaganda na concessionaria Cia. Santo Amaro.

Jornal do Brasil 29.8.76



Agora na foto colorida podemos ver com mais detalhes os bancos DIXIE, uma raridade nos dias de hoje. Um dos Maverick premiados em Lindóia nesse ano tinha esses bancos, veja aqui.
Podemos notar também o emblema da grade que é do modelo Super, mas os frisos e detalhes são aqueles descritos nos jornais.

Isso foi o que conseguir reunir sobre o Maverick Série Prata, como podemos ver, temos a data de lançamento, mas não encontrei registros de quantos foram fabricados e até que ano foi fabricado. Não estou dizendo que esses dados não existem, mas não consegui encontrar.... pelo menos por enquanto. Quantos sobraram? Como disse, eu só conheço 2, mas acredito que assim como foi a pesquisa sobre o Maverick Quadrijet, mais pessoas entrem em contato e mais Serie Prata apareçam.

Agora vamos conhecer a história do senhor José Deitos com o seu Maverick Série Prata. É ele mesmo que conta para nós.



História do Nosso Maverick Série Prata



Depois da compra de um Simca e um Dodge Dart, todos usados, chegou a hora da minha família comprar o primeiro carro zero quilometro. Era o ano de 1976, e como não havia revendas de carros na minha cidade, meu pai, João José Deitos, visitou a revenda Auto Garibaldi  Ltda, uma revenda da FORD em Garibaldi, cidade vizinha a minha Carlos Barbosa-RS.
Chegando lá, avistou o Maverick Serie Prata, 4 portas, 4 cc. Como meu pai disse, no primeiro momento achou um carro horrível, imagina, Maverick 4 portas? Mas como o pessoal fez uma proposta irrecusável, meu pai deixou o Dodge, financiou o restante e levou o Maverick.
Vieram outros carros após este, mas por ser um carro muito espaçoso e econômico, ficou sendo o segundo carro da família.

No final dos anos 70, por fim, chegou minha carteira de motorista, e adivinha que carro sobrou para mim? O Maverick, com certeza. Finais de semana, juntamente com amigos, a barca (carinhosamente chamada) foi de muita serventia.
Após alguns anos consegui comprar meu primeiro carro, um Chevette, e a barca ficou abandonada numa garagem de madeira. Mesmo assim, meu pai utilizava para pescarias e acampamentos com seus irmãos e amigos. Sempre com carga máxima, barraca e 6 pessoas era bem normal.
Um fato pitoresco, foi na volta de uma pescaria, ocorreu um principio de incêndio no motor, e meu pai não hesitou, parou o carro, abriu o capô, e o que fez? Apagou o fogo colocando terra do barranco da estrada.

Passou alguns anos e o meu pai continuava com o Maverick. Muitas propostas de venda começaram a surgir, mas meu pai sempre recusava. Chegou os anos 2000 e o carro cada vez mais parado por conta da idade do meu pai, e principalmente por não ter mais tanta segurança ao dirigir.
Como os encontros de carros antigos naquela época já começavam a tomar um espaço significativo, comecei a gostar da ideia de participar com o Maverick.  Até que resolvi fazer uma proposta para meus irmãos: se o carro fosse transferido para mim, deixaria muito bem cuidado, com o objetivo de colocar a tal de placa preta. Uma das exigências é que não poderia vender em hipótese alguma. Eles aceitaram, e finalmente, em 2012 meu pai transferiu o carro para mim.

Fiz uns pequenos retoques na lataria, revisão da parte elétrica, mecânica, cromados, enfim, uma revisão geral mais do que merecida, pois meu pai só se preocupava em trocar o óleo a cada ano, e ligar o carro uma vez por semana. Hoje ainda estou à procura do tecido do banco, que se chamava Dixie, original neste carro, e muito raro nos dias de hoje.

Em 2013 me associei no Clube Veteran Car Club dos Vinhedos de Bento Goncalves e fui prontamente aceito pelo Sr. Leandro Mazzoccato, presidente do clube, um visionário em se tratando de carros antigos. Logo em seguida, depois de uma vistoria por um pessoal qualificado do clube, conseguimos a tão almejada placa preta. Com esta associação ao Veteran, além dos muitos amigos que conquistamos, a minha paixão pelo Maverick só aumentou. Não perdemos mais nenhum encontro de carros antigos, além de rallys de regularidade da região.
Sempre junto comigo, minha filha Gisele (14 anos), que também se apaixonou por este hobby .
Agora o que começou comigo e minha filha, já contagiou toda a família. Primeiro minha esposa, Maria Cristina, depois minhas sobrinhas, irmãos, além de, é claro meu pai e minha mãe, Amélia R. Deitos.

Espero que esta paixão pelo Maverick continue a proporcionar muitas alegrias à minha família e assim colaborar a manter a história automobilística brasileira. Acredito que, por já estarmos aqui neste conceituado blog, relatando a história do nosso Maverick, meu pai que completa 90 anos em outubro, já se sentirá presenteado.  E espero hoje com meus 50 anos, que eu também consiga transferir no futuro (daqui a uns 30 anos talvez, kkk), para minha filha Gisele, e assim continuar a história do nosso querido Maverick.

Abaixo detalhes do carro:
Marca / Modelo:  Ford Maverick / Serie Prata
Ano:  1976
Cor: Prata continental ( original )
Teto: vinil ( original )
Cilindrada: 2300 CC
Potencia: 99HP
Proprietário: João Luiz Deitos

Particularidades:
Modelo criado a partir do modelo Sedan Super, com equipamentos de serie do modelo Super Luxo.
O registro do chassi, tem o mesmo padrão e  configuração do Sedan Super, o que fica impossível saber quantos modelos foram fabricados deste modelo Serie Prata.



Ano da compra 1976, com minhas irmãs em cima do capo:



E agora 2015, 39 anos depois:




Foto de 2009, com meu pai antes de sair para uma voltinha.



Meus pais e eu num encontro de antigos:


Com minha filha Gisele







A Máquina:








Atenção aos itens característicos do Série Prata: Calotas de luxo, pneus 6.95, mais largos; teto de vinil preto; moldura cromada na tampa do porta malas e moldura cromada nas aberturas das rodas."





Os detalhes:












Atenção aos itens característicos do Série Prata: Volante de luxo; o rádio com 3 faixas e os bancos revestidos em vinil e tecido DIXIE; não são mais os originais, como o explicado, são raros hoje em dia.









Placas, manuais, bolsa e logotipo da revenda:





Maravilhoso! Foi muito bem restaurado e ainda mantem os principais detalhes que o definem como um legítimo Série Prata. É um carro para ser premiado em qualquer evento que participar, pois além de muito conservado, é raro.

Que história emocionante! É uma vida inteira de Maverick, uma paixão que passou de pai para filho duas vezes. Realmente os carros com 4 portas não eram bem vistos na época, mas ainda bem que aquele vendedor insistiu e apresentou ao senhor João (pai), seu companheiro de lata.
Poxa... ele ainda tem a nota fiscal! Foi um bom preço que o vendedor fez.
E o senhor João (filho), aprendeu a gostar de carros antigos, encontros e clubes graças a seu Maverick. E quem imaginaria que um carro comprado meio que a contra gosto tornaria-se um membro da família não é mesmo?
Eu como admirador do Maverick só tenho a elogiar e agradecer ao senhor por preservá-lo e incentivar, principalmente sua filha, a continuar cuidado dele. Não encontrei e talvez não exista o número exato de Série Prata fabricados, mas tenho total certeza que se depender de sua família esse exemplar permanecerá imaculado por muitos e muitos anos.
Gisele, você tem uma responsabilidade incrível de continuar tudo isso. Vai com tudo em frente!
Parabéns a todos!

Por favor, não deixe de mostrar ao seu pai e dar um abraço nele por mim.



FORD MAVERICK NA HISTÓRIA
A História do Maverick contada como você nunca viu! 

Estamos na rede TSU, venha ver!
tsu.co/MaverickNaHistoria

Curta a página e confira nosso conteúdo exclusivo para o Facebook:

Inscreva-se em nosso canal do Youtube:
www.youtube.com/user/mvk8/videos


E-mail para contato:
juninho8fonseca@gmail.com

Obrigado pela visita!

No Facebook


Conheça os Relocímetros, uma linha de relógios especiais para quem curte carros. De parede, de pulso e de mesa. Acesse www.autosbizus.com.br .